sexta-feira, 18 de julho de 2014

DESPERTANDO O CONHECIMENTO - Exercício de processamento do medo - VENCENDO O MEDO

Exercício de processamento do medo


Você pode fazer este exercício, a qualquer momento, sempre que você sentir medo.
Para melhores resultados, é melhor fazê-lo em um espaço tranquilo e privado, trabalhando através de uma lista de temores que você tenha escrito com antecedência.
Sente-se ou deite-se confortavelmente com as costas retas e feche os olhos.
Inspire profunda e lentamente em seu abdômen, em seguida, expire o mais rápido possível.
Repita, inspire devagar, depois expire o mais rápido possível.
E mais uma vez, inspire devagar e lentamente, e expire para fora rapidamente.
Agora continue respirando em seu próprio ritmo.
Escaneie seu corpo físico da cabeça aos pés, para encontrar a energia do medo.
Olhe para o medo. Se você não consegue encontrá-lo, leia um dos itens em sua lista relacionado ao medo e faça a varredura em seu corpo novamente.
Depois de encontrar o medo em seu corpo, basta olhar para ele.
Não tente analisá-lo, basta olhar para ele.
Permita que ele esteja lá.
Permita que ele exista.
Permita que ele cresça e seja.
Pode ser um desconforto físico, como um nó, uma dor, um local de energia, ou através de um pensamento ou de memória, ou pode ser apenas a emoção do medo.
Basta olhar para ele.
Observe-o.
Sinta-o.
Permita que ele esteja aqui.
E diga: “medo, você é bem-vindo aqui.”
Bem-vindo aqui.
Bem-vindo medo e deixe-o crescer.
Deixe-o ficar maior e maior.
Permita que ele cresça, e cresça … tão grande quanto ele pode ir
Que seja tão grande quanto ele pode, possivelmente, ser.
Permita que ele se expresse para você.
Mas não analise.
Simplesmente permita o que vier.
Se forem palavras,
pensamentos,
memórias…
Siga-o se ele se transformar em outra emoção, ou mudar de lugar em seu corpo.
O que quer que ele faça, cumprimente a nova expressão. “Você é bem-vindo aqui, pensamento … você é bem-vindo aqui emoção, palavras, lembranças, você é bem-vindo aqui medo.”
Você é bem-vindo aqui.
Assista-o. Observe-o.
Agora, permita-se aproximar-se e abraçar o medo, em qualquer expressão que escolheu.
Dê-lhe luz e amor, e permita que ele exista.
Agradeça-lhe por qualquer propósito que teve para você, por estar com você por tanto tempo.
Agora, solte-o na Unidade. Permita que ele volte livre para a Fonte.
Respire profundamente agora.
À medida que você inspira, inspire luz e amor. E conforme expira, permita que a luz e o amor preencham o espaço onde o medo costumava estar.
Agora, simplesmente inspire profunda e lentamente.
Inspire luz e amor, e ao expirar, permita que a luz e amor se expanda por todo o corpo e para fora em seu ambiente.
Agora, faça a varredura em seu corpo de seus dedos do pé até a sua cabeça e veja se há alguma forma de medo que ainda tenha ficado em você. Se for o caso, repita o exercício imediatamente. Se não, você pode usar sua lista para repetir o exercício, ou agora, vá abrindo seus olhos e faça um bom alongamento.
Repita este exercício todos os dias até que não haja mais medo em sua vida.

Inélia Benz