sexta-feira, 5 de abril de 2013

MENTOR OU GUIA ESPIRITUAL - TODOS TEMOS UM

Mentor ou Guia Espiritual



mentor1

Como entrar em contato com o seu mentor espiritual?
 "Nos próximos anos, a canalização vai se tornar uma parte comum da vida cotidiana. Vai deixar de ser algo pouco usual, diferente e meio estranho ou uma dádiva para uns poucos, pois todos os que atingiram o nível de freqüência da quarta dimensão (mundo espiritual) serão capazes de ter acesso e de se comunicar com o seu Eu Superior (Alma), guias, auxiliares angélicos e até mesmo com os mestres ascensionados".
Revista Amaluz - Mensagem Canalizada por Ronna Herman do Arcanjo Miguel em 19/12/97.

O Mentor ou Guia Espiritual
Diferente do que muitos pensam o Mentor ou Guia Espiritual é, na maior parte das vezes, um espírito ainda em evolução, ou seja, imperfeito, mas que já alcançou um grau de pureza maior que seu pupilo, sendo por isso capaz de auxiliá-lo no caminho espiritual da atual encarnação. Isso não desmerece o seu trabalho, muito pelo contrário, já que deixa de utilizar se tempo livre para a própria evolução e o dedica a outro espírito.
O Mentor e Anjo da Guarda
mentoresp
O mentor também não é o mesmo que anjo da guarda, embora, não haja indícios que isso não possa acontecer, são papéis diferentes que um ou mais espíritos exercem durante a encarnação de um médium.
Todos possuem um espírito protetor, mesmo os que não são médiuns, até os sete anos de idade ele fica muito perto do seu tutelado, auxiliando na ambientação com o novo plano de vida e afastando (de acordo com os méritos do espírito reencarnante) os espíritos obsessores e adversários de vidas pregressas.
Foram muitas vezes pais, mães, amigos muito próximos que se predispõe a olhar de muito perto o espírito encarnado, aconselhando, fazendo o possível para auxiliar nos momentos difíceis e tentando afastar os espíritos obsessores que se aproximam. Contudo, é importante lembrar que a influência que esses abnegados irmãos podem exercer está diretamente ligada ao tipo de vida e esforço pessoal que o espírito realiza para se purificar, eles nada podem fazer por aqueles que fecham os ouvidos aos seus conselhos.
http://www.grupopas.com.br/cadastroColuna/mostraArtigoColuna.do?id=161
 Ensinamentos de Preto Velho 
mentor4

Lá nos planos sutis, aonde vocês muitas vezes vão quando dormem, mas ao acordarem não se lembram, existe uma grande família espiritual a lhes esperar, velar e torcer por vocês. Quebrem a barreira vibracional com sentimentos e pensamentos elevados, levando seus corações até eles. Mate a saudade espiritual que existe dentro do seu peito. Deixe a intuição fluir. Os guias espirituais não são mestres intocáveis que vocês devem reverenciar, mas sim, são amigos de jornadas. Conheça-os, converse com eles, trabalhem juntos, mas sorriam e brinquem juntos também. Eles estão te esperando.




Mensageiros do amor
oguia
Por Wagner Borges
Eles vêm do Alto, em nome do Eterno. São mensageiros do amor. Atuam invisivelmente nos bastidores astrais, por entre os homens e os espíritos. Aplicam passes venturosos, projetam intuições benéficas, soltam espíritos apegados, tocam secretamente os corações, e melhoram as energias de todos. Fazem isso por sua própria bondade, sem nada esperar, apenas pelo amor que guia seus propósitos. Não doutrinam nem forçam a barra com ninguém, pois sabem que cada um tem seu tempo de despertar. Assim como o nascer do sol não faz barulho, eles operam silenciosamente. Eles vêm em nome do Eterno, pela Luz e pelo Bem. Estão presentes em todos os trabalhos espirituais sadios, seja onde for...

Não observam raça, credo, sexo ou idade, pois sabem que todos os homens têm a mesma origem celeste.  Vêem as verdades mais secretas dos corações e compreendem os mistérios e os sentimentos de cada um. Nada julgam, e fazem o bem, sem olhar a quem. No entanto, conhecem bem as Leis de Causa e Efeito. Sabem viajar pelas “entrelinhas cármicas”* e, por isso, operam de acordo com a Ética Cósmica. Onde for possível, e se as Leis Maiores permitirem, eles ajudarão aos homens. É o amor que move seus propósitos. E, quando alguém melhora e os vê, eles riem, contentes e agradecidos ao Poder Maior que os guiou na jornada do Bem. Eles deslizam nas ondas do esclarecimento e da assistência espiritual... Não são deuses e nem pedem devoção de ninguém. Pelo contrário, sempre dizem que são apenas emissários do Grande Amor Que Gera a Vida. Eles também oram, mas nada pedem para si mesmos, só agradecem ao Eterno, por tudo. E os seus olhos brilham tanto! Talvez porque eles vejam a Luz do Todo em tudo. Ou porque um Grande Amor viaja com eles e inspira suas jornadas invisíveis, por entre os homens e os espíritos. E, quando alguém os vê, eles riem mesmo, igual criança, contentes pelo Eterno ter lhes dado a oportunidade do trabalho digno. Sim, eles riem, e os homens e os espíritos melhoram... P.S.: Os amparadores espirituais** não são deuses, são apenas gente legal que mora nos planos extrafísicos sadios. Como o nascer do sol, eles irradiam a luz silenciosamente... E sempre operam em nome do Grande Amor Que Gera a Vida. (Esses escritos são dedicados aos mentores extrafísicos de todas as linhas espirituais sadias, que operam a favor do bem de todos os seres.) Paz e Luz. São Paulo, 30 de setembro de 2008.
http://www.ippb.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=9499&catid=31:periodicos
Somos todos canais das forças espirituais.
mentores5
Melhor explicando: somos influenciados - mesmo não tendo consciência disso - tanto pelos espíritos habitantes do plano de luz, como pelos das trevas.
A alteração de humor, principalmente sem motivo aparente, com explosão de ira, irritação, impaciência, pensamentos negativos, pessimistas e atitudes irracionais, em muitos casos são provocados por influência dos seres das trevas (obsessores).
Da mesma forma, bons pensamentos e atitudes positivas, repentinas, e sentimentos agradáveis de alegria, esperança, bom humor e otimismo, podem vir sob influência dos bons espíritos, seres de luz.
Portanto, os nossos padrões de pensamento, sentimentos e atitudes são influenciados por esses seres espirituais muito mais do que podemos imaginar. É neste aspecto que somos todos canais das forças espirituais, uns mais e outros menos.
Desta forma, cabe a cada um escolher se quer ser um canal das forças espirituais da luz ou das trevas.
De acordo com a Lei da Afinidade - os semelhantes se atraem - é que iremos atrair, sintonizarmos com os bons ou maus espíritos.
Em outras palavras, se você quiser atrair, canalizar bons espíritos (seu mentor espiritual, espíritos guardiões, seres angelicais, mestres ascensionados), é preciso elevar seu teor vibracional, cultivando a positividade, os bons pensamentos,
sentimentos e atitudes para se sintonizar com eles.
Para isso, é preciso monitorar os pensamentos, controlar as emoções, ser cuidadoso com as palavras e ações, pois as palavras e pensamentos têm energia e força transformadora.
Quando você está bem, o bem vai estar com você. Mas se ocorrer o contrário, o mal vai estar com você. É a lei da Afinidade, uma das Leis Universais.
Portanto, é preciso assumir responsabilidade, tomar posse de si pela qualidade de seus padrões vibracionais. Precisamos também cultivar a prece, fortalecer a fé, termo tão desacreditado no mundo moderno. A era científica e tecnológica em que vivemos valoriza muito o intelecto e trata com descaso a fé.
Ainda é comum no meio científico e acadêmico, muitos terem uma visão restritiva, arrogante e preconceituosa a respeito desse assunto, desqualificando a importância da fé em nossas vidas, por terem uma mente cartesiana e uma visão materialista do mundo.
O famoso psiquiatra, criador da Bioenergética, discípulo de Reich, conhecido por sua seriedade e idoneidade científica, Alexandre Lowen, diz em seu livro "O corpo em depressão - as bases biológicas da fé e da realidade":
"Os psiquiatras geralmente não pensam em termos religiosos, e eu, em especial, relutava em fazer isso. Teria evitado a palavra fé se ela não tivesse surgido espontaneamente durante meu estudo da natureza da depressão.Fui forçado à conclusão de que o paciente deprimido é uma pessoa sem fé. A pessoa que não tem fé não pode amar, e a pessoa que não pode amar não tem fé. As pessoas fortes têm fé e as pessoas que têm fé são fortes. Nossa única salvação está na fé".
De forma similar, como psicólogo e psicoterapeuta, pude constatar também a importância da fé e da prece na conexão com o Altíssimo (Criador) e com a espiritualidade (forças espirituais amigas), na resolução dos problemas do paciente. Costumo comentar com os meus pacientes que é relativamente fácil adquirir conhecimento, informação, cultura, mas sabedoria e fé convicta, inabalável na ajuda das forças invisíveis, principalmente nos momentos mais dolorosos da vida, sem se deixar abater, são para poucos.
A Terapia Regressiva Evolutiva (TRE) - abordagem psicológica e espiritual breve - canalizada por mim através dos Espíritos Superiores do Astral - foi criada com o intuito de agregar a ciência psicológica à espiritualidade. Em outras palavras, visa resgatar a capacidade do paciente em acreditar em si, na vida e nas forças espirituais (mentores espirituais).
Nesta terapia, o meu papel enquanto terapeuta é abrir o canal de comunicação para que o paciente possa se comunicar diretamente com o seu mentor espiritual (ser desencarnado diretamente responsável pela nossa evolução espiritual) e ser orientado na resolução de seus problemas, bem como em seu propósito de vida na encarnação atual.
O mentor espiritual nesta abordagem terapêutica irá, através da regressão de memória, descortinar o véu de esquecimento do passado (desta ou de outras vidas), causador de seus problemas, porque ele é o responsável pela evolução do paciente - conhece-o profundamente, vem acompanhando-o em várias encarnações, portanto, sabe o que seu pupilo precisa ver (ou não) em relação ao seu passado, para se libertar de seus bloqueios.
Ao colocar o paciente em estado alterado de consciência (rebaixamento da consciência, através da hipnose), busco facilitar que o mesmo possa canalizar o seu mentor espiritual nas sessões de regressão.
Sem dúvida alguma, através da TRE., a barreira que separa o mundo terreno do mundo espiritual vem diminuindo consideravelmente, sendo que 90% de meus pacientes canalizam os seus mentores espirituais e são beneficiados pela sabedoria e conhecimento que eles proporcionam. É comum no início das sessões de regressão os pacientes terem certa dúvida, ceticismo quanto à existência de seu mentor espiritual, mas, após se comunicarem com ele e obterem os benefícios de suas orientações, a dúvida dá lugar à certeza de sua existência.
A seguir, veja o caso de uma paciente cuja vida estava bloqueada em todos os setores e foi beneficiada pelas orientações de seu mentor espiritual Seraphis Bey, um mestre ascensionado da Grande Fraternidade Branca, que é uma fraternidade hierárquica celestial composta de seres evoluídos, avançadíssimos, que protegem e orientam a humanidade há milênios. Os mestres ascensionados estão entre Deus e os Anjos.
Ao conversarmos com os anjos, quando pedimos algo, de acordo com o pedido, eles têm ou não autonomia para nos atender; então, pedem permissão para os mestres ascensionados para realizar o pedido. É importante esclarecer que esses pedidos são aqueles que podem interferir no Carma dos envolvidos. Mas, quando se trata de um pedido que não venha a interferir nos resgates cármicos, os anjos resolvem por conta própria.
Mestres_da_fraternidade_branca_1

Os mestres ascensionados são seres iluminados que evoluíram na Terra e que a história conhece como santos, sábios, avatares, iluminados. Todos trouxeram uma mensagem de Deus e foram reconhecidos como enviados. Depois que desencarnaram no plano físico, continuam sendo mensageiros de Deus, em esferas mais elevadas do astral. Eles são os dirigentes dos sete raios.

O mentor espiritual da paciente, Seraphis Bey, é o Chohan (mestre) do 4º raio, o branco.
Foi sumo sacerdote no templo da Atlântida; Leônidas, o Rei Espartano, e, em outra encarnação foi Fídias, o construtor do Partenon.
O 4º raio é o raio da pureza (purificação do corpo, da mente e do espírito). Por isso, seus discípulos precisam ter uma disciplina rigorosa, já que não é fácil obter a graça celeste após tantas reencarnações ocasionadas pelo mau uso de nosso livre arbítrio, comum em todos nós, seres humanos, em nosso processo de evolução.
Texto de: Osvaldo Shimoda http://desenvolvendoaconsciencia.blogspot.com.br/2007/08/como-entrar-em-contato-com-o-seu-mentor.html



mentora
Espírito que se incumbe da tarefa de amparar um outro espírito na etapa encarnatória - todas as pessoas possuem um. Geralmente, são designados os espíritos afins e simpáticos para estabelecerem tal relação. Um guia espiritual é, via de regra, um espírito mais evoluído que o seu protegido. Não raro, se vêem mães guiando filhos ou maridos guiando esposas, e assim por diante. Um guia acompanha o seu protegido oferecendo apoio num momento de sofrimento, esclarecimento numa hora de dúvida, ajuda num instante de perigo, etc. As pessoas, mesmo sem perceber, estão submetidas à influência benévola desse guia constantemente e, ao mínimo pensamento feito a ele, o bondoso espírito se faz presente e exerce sua tarefa caridosa e despretensiosa. Um guia está profundamente ligado a seu protegido por motivos de afinidade espiritual e sempre executa sua missão com um sentimento espontâneo de ajuda, porquanto essa ajuda também significa o seu próprio desenvolvimento e evolução. Essa terminologia de "anjo da guarda", utilizada seriamente por outras religiões, pode ser tomada "emprestada" pelo Espiritismo, pois se enquadra perfeitamente para esse espírito missionário: consiste no amigo constante e amoroso que Deus proporciona a todos os encarnados na difícil etapa carnal - é comumente também chamado de "protetor espiritual" ou de "mentor espiritual".

Mentor é todo aquele ser humano ou não, desencarnado, que auxilia na tutela de um outro ser em evolução que somos nós.